Central de Vendas (11) 4772-0101

Rommel e a Guerra no Deserto: Combates da Segunda Guerra Mundial no Norte da África, 1941 - 1945

Mais informações
Autor:
Martin Kitchen (veja mais livros deste autor)
Editora:
Solomon Editores(veja mais livros desta editora)

Produto indisponível no momento, quer ser avisado?

Preencha os dados abaixo para ser avisado quando retornar.

Desejo receber newsletter
No momento não temos o produto disponível em nosso estoque.
Avalie:

Historiadores alemães ignoraram amplamente a campanha no norte da África, não apenas por ter sido periférica, mas também porque seu foco centrava-se na campanha oriental, e nos graus de cumplicidade da Wehrmacht com as atrocidades dos nazistas. Essa última questão não aparece na guerra no deserto, que se desenrolou de acordo com as regras estabelecidas. Obviamente a campanha na União Soviética foi muito maior, e foi lá que a guerra na Europa foi decidida, mas a derrota na África do Norte alterou significativamente o equilíbrio estratégico, já que obrigou os alemães a enfrentarem a ameaça de uma segunda frente de batalha, drenando a campanha a leste de uma fonte valiosa de recursos. A campanha no norte da África vem sendo vista como uma “gue rra sem ódio”, portanto, mais uma prova de que o exército alemão não se engajava na matança sórdida, que ficava a cargo da SS de Himmler. Embora seja verdade que as tropas alemãs no norte da África tenham lutado com honra e bravura, e que Rommel semp re manteve seus escrúpulos em relação às regras da guerra, ao ponto de ignorar deliberadamente ordens de Hitler no sentido contrário. A posição excepcional de Rommel devia-se não apenas à sua personalidade vigorosa e aos seus feitos militares, mas ai nda mais ao seu relacionamento peculiar com Hitler. A chave do sucesso, durante o Terceiro Reich, encontrava-se em um acesso fácil ao Führer. Rommel sabia muito bem que, sem o apoio de Hitler, ele não conseguiria fazer as coisas exatamente do seu mod o, muitas vezes, aliás, irresponsável, e estaria portanto sujeito às ordens de Mussolini e do Comando Supremo Italiano. Ele contava com um aliado valioso, Goebbels, que admirava sua coragem e sua abordagem impetuosa, e que via nele um herói modelo pa ra a nova Alemanha. A admiração de Hitler por Rommel afastou-o ainda mais dos oficiais do Alto Comando do Exército e do Alto Comando das Forças Armadas, que dele desconfiavam profundamente. Em geral todos concordavam que ele era corajoso quase ao pon to da tolice, e também que, tendo vindo de uma família modesta, ele não possuía as boas maneiras mais elementares, promovia a si mesmo de forma grosseira e carecia do treinamento rigoroso constante oferecido aos oficiais em geral, e assim, não havia nenhuma força a restringir sua falta de cuidado. Acima de tudo, concordavam que ele alcançara uma posição muito superior a suas habilidades por causa da sua proximidade com Hitler, e que teria alcançado muito pouco se não fosse a influência de

Código de barras:
9788565958158
Dimensões:
0.00cm x 16.00cm x 23.00cm
Edição:
1
Marca:
Solomon Editores
Idioma:
Português
ISBN:
9788565958158
ISBN13:
9788565958158
Número de páginas:
556
Peso:
778 gramas
Encadernação:
Brochura