Central de Vendas (11) 4772-0101

Nada a Invejar

Mais informações
Autor:
Barbara Demick (veja mais livros deste autor)
Editora:
Companhia das Letras(veja mais livros desta editora)

Produto indisponível no momento, quer ser avisado?

Preencha os dados abaixo para ser avisado quando retornar.

Desejo receber newsletter
No momento não temos o produto disponível em nosso estoque.
Avalie:

Até o início da adolescência, Mi-ran não tinha razão alguma para não acreditar nos cartazes. Seu pai era um humilde mineiro. Sua família era pobre, como todo mundo que eles conheciam. Uma vez que todas as publicações, filmes e transmissões do exterio r eram proibidos, Mi-ran presumia que em nenhum lugar do mundo as pessoas estivessem melhor do que eles, e que provavelmente estivessem até muito pior. Ela ouviu muitas e muitas vezes no rádio e na televisão que os sul-coreanos estavam infelizes sob o governo do líder fantoche pró-americano Park Chung-hee e, depois, de seu sucessor, Chun Doo-hwan. Aprendeu que a modalidade diluída de comunismo da China era menos bem-sucedida do que a praticada por Kim Il-sung e que milhões de chineses estavam pa ssando fome. Tudo somado, Mi-ran sentia que tinha muita sorte de ter nascido na Coreia do Norte sob o amoroso cuidado do líder paternal.” Correspondente do jornal Los Angeles Times em Seul, capital da Coreia do Sul, entre 2001 e 2006, a jornalista americana Barbara Demick fez uma exaustiva pesquisa de documentos, fotos e vídeos e entrevistou dissidentes e refugiados norte-coreanos que haviam fugido para a Coreia do Sul ou para a China. Pontuadas por informações gerais sobre a economia e a cu ltura do país, as histórias de Nada a invejar — título irônico extraído de um hino ufanista norte-coreano — se entrelaçam para formar um painel bastante vívido do cotidiano na Coreia dos ditadores Kim Il-sung (1912-94) e Kim Jong-il (1942-2011), pai e filho que reinaram absolutos por mais de seis décadas e ainda perpetuam seu legado autoritário na figura do herdeiro Kim Jong-un. Uma das virtudes do livro é mostrar como o culto à personalidade dos tiranos foi forjado numa mistura peculiar de marx ismo-leninismo mal digerido com as tradições religiosas e populares locais. O controle absoluto da vida pessoal, que faz de cada vizinho (ou mesmo um familiar) potencial espião e delator, perpassa os relatos de todos os personagens entrevistados, ass im como as dificuldades materiais e a fome — sobretudo depois da crise de escassez dos anos 1990 —, as marcas da guerra entre as Coreias e as parcas perspectivas de progresso educacional ou profissional. Uma realidade sufocante que não exclui, porém , o humor, os gestos de altruísmo e solidariedade ou os sonhos de liberdade.

Código de barras:
9788535922738
Dimensões:
0.00cm x 14.00cm x 0.00cm
Edição:
1
Marca:
Companhia das Letras
Idioma:
Português
ISBN:
9788535922738
ISBN13:
9788535922738
Número de páginas:
416
Peso:
505 gramas
Encadernação:
Brochura