Central de Vendas (11) 4772-0101

Dependência e Marxismo: Contribuições ao Debate Crítico Latino-americano

Mais informações

Produto indisponível no momento, quer ser avisado?

Preencha os dados abaixo para ser avisado quando retornar.

Desejo receber newsletter
No momento não temos o produto disponível em nosso estoque.
Avalie:

A teoria marxista da dependência constitui uma das mais ricas florações do pensamento crítico latino-americano. Formulada entre a segunda metade dos anos 60 e meados dos 1970, descortinou profundas contradições que marcam a integração da América Lati na ao sistema mundial capitalista, desenvolvendo conceitos como os de superexploração do trabalho, subimperialismo, Estados de contrainsurgência ou Estados de quarto poder. Apontou os limites do nosso processo de industrialização, que não internalizo u os segmentos que dinamizam os paradigmas tecnológicos, as bases da financeirização de nossas economias e a fragilidade de nossas democracias, incapazes de assimilar as pressões para incorporação social, cultural e econômica das grandes massas. Intr oduziu ainda, em seu instrumental analítico, os conceitos de ciclos de Kondratiev e de revolução científico-técnica, aproximando-se das análises do sistema mundial, para as quais contribui decisivamente, apresentando os estudos da dependência como um a etapa anterior à construção de uma teoria marxista do sistema mundial. Parcialmente interrompida pelos golpes militares no cone sul e pela ofensiva neoliberal dos anos 80 e 1990, a teoria da dependência ganhou força novamente com a ascensão das esq uerdas no século XXI, a crise da hegemonia estadunidense e o esboço de uma nova geopolítica mundial, centrada no desenho de uma integração latino-americana soberana articulada aos BRICS. Este livro, organizado por Raphael Lana Seabra, é parte viva de ste processo: busca resgatar os antecedentes da teoria da dependência, realizar o balanço dos clássicos e o mapeamento das contribuições que vêm ampliando os limites da teoria desde a virada para o século XXI. Sua importância para os brasileiros se a centua pela urgência em retomar a análise das grandes contradições de nossa formação social para enfrentar a ofensiva fascista que se abate sobre o Brasil e a América do Sul. Carlos Eduardo Martins Coordenador do Laboratório de Estudos sobre Hegemoni a e Contra-Hegemonia (LEHC/UFRJ).

Código de barras:
9788574748900
Dimensões:
1.20cm x 15.00cm x 21.00cm
Edição:
1
Marca:
INSULAR
Idioma:
Português
ISBN:
9788574748900
ISBN13:
9788574748900
Número de páginas:
260
Peso:
320 gramas
Encadernação:
Brochura