Central de Vendas (11) 4772-0101

Bens e Costumes na Mantiqueira

Mais informações
Autor:
Lucilia Siqueira (veja mais livros deste autor)
Editora:
CLA EDITORA(veja mais livros desta editora)

Produto indisponível no momento, quer ser avisado?

Preencha os dados abaixo para ser avisado quando retornar.

Desejo receber newsletter
No momento não temos o produto disponível em nosso estoque.
Avalie:

Fruto de tese de doutorado em História Social defendida na Universidade de São Paulo, ´Bens e Costumes na Mantiqueira - O município de Socorro no prelúdio da cafeicultura paulista (1840-1895) ´ mostra a vida cotidiana, os costumes e as relações sócio -econômicas dos moradores do município de Socorro, na região paulista da Mantiqueira, durante boa parte do século XIX, por meio de uma análise minuciosa e paciente de centenas de inventários. A historiadora Lucília Siqueira mostra que, num período em que o estado de São Paulo foi tão fortemente marcado pela expansão trazida pela economia cafeeira de exportação, a então vila de Socorro ficou praticamente excluída desse dinamismo e das transformações por ele geradas, sem a formação de grandes faze ndas e sem estrada de ferro, que só chegaram mais tarde. Assim, ao estudar a economia e a sociedade locais, a autora explora os caminhos e destinos de homens e mulheres que estiveram à margem da grande economia cafeeira - pequenos proprietários de te rras e de escravos, comerciantes, tropeiros, forros, escravos -, além de personagens tão presentes quanto esquecidos, como os doentes mentais (ou desmemoriados), mudos e órfãos. Trata-se de uma abordagem pouco usual na historiografia nacional, que ra ramente estuda as pequenas vilas e cidades, regiões que não enriqueceram e não se constituíram em grandes centros urbanos. Em relação ao estado de São Paulo no século XIX, existem muitos estudos sobre o período cafeeiro, a presença de imigrantes, o d esenvolvimento econômico em geral, mas quase nada sobre as sociedades que se formaram entre a mineração e o café. Conforme explica a autora, a sua escolha foi estudar Socorro antes do grande volume de produção na cafeicultura, do telégrafo, da chegad a da Mogiana, da iluminação pública. Com isso, pôde perceber uma sociedade fluida, voltada para a produção de gêneros de primeira necessidade e de café, fragilmente definida sob o aspecto político-institucional, onde os papéis sociais estavam por ser desvendados. O primeiro capítulo aborda o início do povoamento da região, apresenta também um perfil sócio-econômico da população socorrense, montado a partir dos inventários, em que há um dimensionamento da riqueza dos habitantes, da sua cafeicult propostos. Assim, o Capítulo 2, paralelamente à história dos Domingues, mostra como viviam os que habitavam a zona rural, como se configuravam os sítios, suas plantações e criações, as moradas e as benfeitorias. O terceiro capítulo, centrado na famí

Código de barras:
9788585454210
Dimensões:
0.00cm x 13.50cm x 21.00cm
Edição:
1
Marca:
CLA EDITORA
Idioma:
Português
ISBN:
9788585454210
ISBN13:
9788585454210
Número de páginas:
255
Peso:
285 gramas
Encadernação:
Brochura