Relacionamento Brasil-eua e a Arquitetura Moderna, O: Experiências Compartilhadas 1939-1959
  • Relacionamento Brasil-eua e a Arquitetura Moderna, O: Experiências Compartilhadas 1939-1959

relacionamento brasil-eua e a arquitetura moderna, o: experiências compartilhadas 1939-1959

editora: annablume
autor: debora lima
Disponível Previsão de Postagem em até 9 dia(s) útil(eis) + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.

Dados Técnicos

Autor:
Encadernação:Brochura
ISBN13:9788539108886
ISBN10:8539108887
Número de Páginas:234
Número Edição:1
Ano Edição:2017

Largura:16
Profundidade:1,18
Peso:0,35
Altura:23
De R$ 58,00 Por R$ 46,40 ou em até 1x sem juros de R$ 46,40 no cartão
Adicionando ao carrinho.
Clique aqui caso você não seja redirecionado.
ou
Indique este produto
Informações
Selecione a visualização desejada: Lista
Sinopse relacionamento brasil-eua e a arquitetura moderna, o: experiências compartilhadas 1939-1959
Investigando a produção da Arquitetura Moderna no período de 1939 a1959, Débora Lima buscou amealhar atores sociais, livros, revistas e edifíciosque pudessem mostrar um percurso compartilhado entre agentes quefaziam arquitetura nos Estados Unidos e “seus” territórios – como Porto Rico–, e brasileiros que também atuaram na “terra do Tio Sam”.O trabalho traça um panorama interessante ao mostrar um fluxo de relaçõesque nossa historiografia demorou a notar e só muito recentemente tem dadoespaço para ser problematizado.Para a autora, os marcos temporais importantes foram 1939 – ano em queo Brasil inaugurou um mítico pavilhão na Feira Internacional de Nova York,montada no Flushing Meadows – e 1959, ano em que ocorreu o CongressoInternacional de Críticos de Arte numa Brasília ainda em construção. Nessesvinte anos, cristalizou-se uma abordagem historiográfica canônica, quetomou a dupla Oscar Niemeyer e Lucio Costa como referencial, os quais,curiosamente, estavam envolvidos tanto com o edifício de Nova York quantocom a nova cidade-capital brasileira. Débora Lima, percebeu, então, quehavia espaço para problematizar tanto essa dupla de arquitetos, quanto osque ficaram “de fora” dessa produção historiográfica: Mies, Wright, Neutra,Vianna, Bratke, Artigas, Bardi, Matarazzo...Composto por um texto de fácil leitura e por fotografias muito impactantes,grande parte da lente da própria autora que “peregrinou” por edifícios e lugarespersonagens de sua investigação, o livro merece atenção, pois contribuipara a compreensão de relacionamentos não-fortuitos, antes, de grandeimpacto para a forma física da cidade e da arquitetura. Atrevo-me a apontar,que se trata de uma obra que auxilia na compreensão das estratégias historiográficasda Arquitetura Moderna no Brasil, que ainda dá passos tímidos em“discutir” suas relações com tantos outros lugares e personagens com quemflertou para além da Europa.Fernando AtiqueUniversidade Federal de São PauloDébora da Rosa Rodrigues Lima, arquiteta, é mestre e doutora pela Faculdade deArquitetura e Urbanismo da USP. É autora de Ilha de Santa Catarina – DesenvolvimentoUrbano e Meio Ambiente (Letras Contemporâneas, 2007).

Relacionamento Brasil-eua e a Arquitetura Moderna, O: Experiências Compartilhadas 1939-1959

Relacionamento Brasil-eua e a Arquitetura Moderna, O: Experiências Compartilhadas 1939-1959
De R$ 58,00 Por R$ 46,40 ou em até 1x sem juros de R$ 46,40 no cartão
Adicionando ao carrinho.
Clique aqui caso você não seja redirecionado.
ou