Império de Papel. Imagens do Colonialismo Português na Imprensa Periódica Ilustrada, Um (1875-1940)
  • Império de Papel. Imagens do Colonialismo Português na Imprensa Periódica Ilustrada, Um (1875-1940)

império de papel. imagens do colonialismo português na imprensa periódica ilustrada, um (1875-1940)

editora: edicoes 70 - almedina
autor: leonor pires martins
SOB ENCOMENDA Cadastre-se e seja avisado quando o produto chegar.

Dados Técnicos

Autor:
Encadernação:Brochura
ISBN13:9789724418360
ISBN10:9724418367
Número de Páginas:216
Número Edição:2
Ano Edição:2015

Largura:21
Profundidade:1
Peso:0,3
Altura:28
De R$ 164,00 Por R$ 131,20 ou em até 5x sem juros de R$ 26,24 no cartão
Indique este produto
Informações
Selecione a visualização desejada: Lista
Sinopse império de papel. imagens do colonialismo português na imprensa periódica ilustrada, um (1875-1940)
Este livro, sendo profusamente ilustrado, tem um risco. Ao disponibilizar num único volume uma grande quantidade de ima-gens sobre o império português, pode produzir um efeito semelhante àquele que exerceram as exposições coloniais no país através de um discurso visual que juntava aquilo que estava separado: dar realidade a uma ficção. Ou, neste caso, a produzir novas ficções – e, em particular, a de que a abundância de iconografia aqui reproduzida representa um interesse geral de docu-mentação visual do império na sociedade portuguesa da época. É verdade que no período de que aqui se trata foi criada, na imprensa, uma iconografia sobre o império suficiente para se pro-duzir um livro. No entanto, vale a pena registar que o império – e toda a informação que circulava sobre ele – não inspirou cinema ou literatura relevantes. Do mesmo modo, se quiséssemos organizar uma exposição de arte com motivos coloniais tam-bém não encontraríamos materiais nobres suficientemente relevantes para se produzir esse evento. De resto, os próprios propa-gandistas e ideólogos do império comentavam com críticas e queixumes o evidente desinteresse dos artistas e escritores pelas questões do império. Poder-se-á dizer que o império de papel aqui referido foi-o sobretudo de papel de jornal e revista. Não chegou a ser sequer um império, de capa dura ou emoldurado – e muito menos de película.

Império de Papel. Imagens do Colonialismo Português na Imprensa Periódica Ilustrada, Um (1875-1940)

Império de Papel. Imagens do Colonialismo Português na Imprensa Periódica Ilustrada, Um (1875-1940)
De R$ 164,00 Por R$ 131,20 ou em até 5x sem juros de R$ 26,24 no cartão