Newsletter
Cadastre-se abaixo e receba promoções da loja em seu e-mail:

Cadastre-se abaixo e receba promoções da loja em seu e-mail:

Cadastrar Descadastrar
Cadastrar

Melhores Poemas de Murilo Mendes, Os

0 em 0 avaliações. Dê sua avaliação

Melhores Poemas de Murilo Mendes, Os

Marca: Luciana Stegagno PicchioLuciana Stegagno Picchio

Luciana Stegagno Picchio

Conteúdo: UNLuciana Stegagno Picchio

Mín. para compra: 1Luciana Stegagno Picchio

Disponibilidade: Em estoque - Previsão de Postagem em até 1 dia útil após a confirmação do pagamento. Mais tempo de Transporte.in_stock

Seção: Literatura BrasileiraLiteratura Brasileira

29.6
Saiba mais sobre este produto

De: R$ 37,00Por: R$ 29,60Ou em até de R$ 7,40 Sem Juros




Calcule o frete  Saiba como pagar     

Compartilhar
Melhores Poemas de Murilo Mendes, Os
  • Melhores Poemas de Murilo Mendes, Os
Melhores Poemas de Murilo Mendes, Os em promoção

Informações do produto

Selecione a visualização desejada: Lista Abas
  • Descrição

    Surrealista, barroco, visionário, Murilo Mendes foi uma das vozes poéticas mais pessoais e inovadoras do modernismo brasileiro. Desde a estréia, com Poemas (1930), a sua poesia incomodou os conservadores e despertou a atenção dos que buscavam novoscaminhos. O livro revelava um poeta original e maduro, movimentando-se num ambiente onírico e de conciliação de extremos, do cotidiano prosaico ao metafísico. Esse caminho seria abandonado de maneira abrupta, com a História do Brasil (1932), sátira à versão oficial de nossa história, expressa em poemas-piadas. O livro seria excluído pelo autor na edição global de suas Poesias, em 1959. Os Poemas incluídos em Tempo e Eternidade (1935), em parceria com Jorge de Lima, exaltam a musa que, com a igreja católica, divide as atenções do poeta. O conflito se singulariza em A Poesia em Pânico (1938), com a vitória da musa, mas também a nota inquietante de identificação de mulher e pecado. O Visionário (1941) é escandalosamente surrealista, um dos livros mais representativos e solitários do modernismo. A integração à dura realidade do mundo, nos dias sombrios da Segunda Guerra Mundial, assinalam os Poemas de As Metamorfoses (1944) e se prolongam em Poesia Liberdade (1947). O mundo parece sem redenção, mas o poeta descobre que ela é possível pela bondade e a poesia. Este o clima de Mundo Enigma (1945). O desejo de fraternidade e comunhão humana se aprofunda em Contemplação de Ouro Preto (1954). Com a mudança para Roma, em 1957, o poeta se europeíza, e os livros seguintes trazem uma forte marca da cultura européia, não como influência diluída pelas raízes nativas, mas como marca de integração do poeta ao mundo que o cerca. Integrou-se tão bem que passou a poetar em italiano, como mostram os Poemas de Ipotesi (1968). Já não era apenas um poeta brasileiro, mas um poeta do mundo.
  • Dados Técnicos

    • ISBN-13: 9788526004801
    • ISBN-10: 8526004808
    • Acabamento: Brochura
    • Nº da Edição: 3
    • Ano Publicação: 2000
    • Nº de Páginas: 240

Quem comprou, também comprou

Topo